Pesquisas sobre os benefícios da massagem

Muitas vezes nos perguntamos “Será mesmo que a terapia da massagem traz benefícios?”.

Pensando nisto fomos procurar se há realmente pesquisas que comprovem os benefícios tão proclamados da massagem.

Para surpresa de muitos, há várias universidades, principalmente nos Estados Unidos, que estudam os efeitos da massagem sobre as pessoas em todas as faixas etárias como vamos ver a seguir, mas infelizmente aqui no Brasil não há muitos estudos sobre o assunto.

O “Touch Research Instituite”, nos Estados Unidos,  já conduziu em torno de 78 estudos sobre os efeitos positivos da terapia da massagem e dentre as descobertas significativas estão a melhora no crescimento (no caso de crianças), redução de dores (exemplo fibromialgia), redução nos problemas com a auto-imunidade (aumento das funções pulmonares na asma e diminuição dos níveis de glicose em diabéticos), melhoria da função imunológica e melhoria da performance e agilidade.Muitos destes efeitos se mostraram devido ao relaxamento e a diminuição dos hormônios do estresse.

Vamos mostrar um breve comentário de 14 estudos variados, já realizados nesta área:

 

massagem_laboral_300x3001)”Better than a coffee break” – Melhor do que a paradinha para o cafézinho: compara  2 grupos dentro de uma empresa, um grupo(26 empregados) que recebia 15 minutos de massagem 2 vezes por semana e outro grupo(24 empregados) que não recebia massagem mas usava uma técnica de relaxamento apenas fechando os olhos e indução para o relaxamento.

Resultados:
O grupo que recebeu massagem demonstrou uma redução no estresse e maior disposição, enquanto o outro grupo não apresentou nenhuma melhora.
Ambos grupos tiveram as ondas cerebrais, alfa e beta medidas e observou-se que no grupo que as pessoas receberam massagem estavam mais alertas.
A quantidade de hormônio do estresse encontrados na saliva foi menor no grupo que recebeu a massagem do que no outro grupo.
O grupo massageado resolvia problemas matemáticos na metade do tempo que eles levam normalmente além de terem 2 vezes menos erros do que quando eles não eram massageados. Enquanto as habilidades matemáticas do grupo que não recebeu massagem, apenas indução ao relaxamento, não houve nenhuma melhora.

2)”Pesquisa mostra que massagem funciona” – Research Shows Massage Therapy Works” – Pesquisadores mostram que a terapia da massagem funciona obteve os seguintes resultados:
Estudantes de medicina da Universidade de Medicina e Odontologia de New Jersey que foram massageados antes de um exame, mostraram um redução significativa da ansiedade e da taxa de respiração, assim como um significativo aumento das células brancas no sangue e na atividade das células protetoras do organismo, sugerindo assim um benefício ao sistema imunológico;
Resultados preliminares sugerem que pacientes acometidos de câncer tinham menos dor e ansiedade depois de receberem massagem terapêutica no Hospital de Câncer e Instituto de Pesquisa James em Columbus-Ohio – Estados Unidos.
Mulheres que recentemente perderam seus filhos estavam menos depressivas depois de receberem massagem terapêutica, de acordo com o resultados preliminares na Universidade do Sul da Carolina.
Estudos financiados pelo Instituto Nacional de Saúde (National Institutes of Health – NIH) descobriram os benefícios da massagem no aumento do ganho de peso dos bebês com HIV e na recuperação de pacientes que passaram por cirurgias no abdômen.
Na Escola de medicina da Universidade de Miami- Instituto de Pesquisa do Toque (Touch Research Institute) – estudos demonstraram que a massagem auxilia na diminuição da pressão sanguínea em pessoas hiper-tensas, aliviando dores as dores em pessoas que sofrem de enxaqueca e melhorando a agilidade e performance nos trabalhadores de escritório

3)Massagem&Aromaterapia: Adultos expostos ao aroma do alecrim reduziram as ondas alfa e beta, sugerindo aumento na atenção e concentração. Eles também tiveram redução nos níveis de ansiedade e realizaram cálculos matemáticos com maior rapidez. Adultos expostos ao aroma de lavanda  mostraram um aumento nas ondas beta sugerindo aumento de relaxamento. Eles não apenas realizaram cálculos matemáticos em menor tempo, mas também com menos erros.  Fonte: Diego, M.A., Jones, N.A., Field, T., & Hernandez-Reif, M. (1998). Aromatherapy reduces anxiety and enhances EEG patterns associated with positive mood and alertness. International Journal of Neuroscience.

4)Mães adolescentes depressivas: Mães adolescentes que receberam terapia da massagem e outras que receberam terapia de relaxamento se apresentaram menos depressivas e menos ansiosas. Ambos os grupos relataram isto em seus relatórios pessoais e tais características também foram observadas pelos pesquisadores. Além disto os níveis de cortisol em ambos os grupos haviam diminuído e os níveis de seratonina haviam aumentado, indicando que os grupos estavam menos estressados e menos depressivo. Fonte: Field, T., Grizzle, N., Scafidi, F., & Schanberg, S. (1996). Massage and relaxation therapies’ effects on depressed adolescent mothers. Adolescence.

5)Diabéticos: Acompanhando um mês os pais fazendo massagem em seus filhos diabéticos, o nível de glicose nas crianças diminuiu à faixa normal e observou-se também melhoria no comprimento da dieta alimentar destas crianças. A ansiedade tanto dos pais como dos filhos diminuiram. Fonte:Field, T., Hernandez-Reif, M., LaGreca A., Shaw, K., Schanberg, S., & Kuhn, C. (1997). Massage therapy lowers blood glucose levels in children with Diabetes Mellitus. Diabetes Spectrum.

6)Voluntários idosos aposentados versus massagem: Voluntários idosos aposentados foram avaliados depois de massagearem crianças por um mês versus receber massagem por um mês realizada entre eles (os idoso). Os resultados foram: 1) Eles relataram menos ansiedade e menos sintomas  depressivos e uma melhora no humor depois de fazer massagem nas crianças; 2)Suas pulsação diminuiram; 3)Seus níveis de cortisol diminuiram e 4)eles relataram melhora de auto-estima  e melhora no estilo de vida (como por exemplo menor número de visitas ao médico e maior contato social) depois de um período de um mês.
Estes efeitos foram mais sentidos, quando ele faziam massagem nas crianças do que quando recebiam massagem dos outros idosos, sugerindo que o massagista também pode se beneficiar apenas dando massagem.  Fonte:Field, T., Hernandez-Reif, M., Quintino, 0., Schanberg, S. & Kuhn, C. (1998). Elder retired volunteers benefit from giving massage therapy to infants. Journal of Applied Gerontology.

7)Desordem por estresse pós-traumático: A terapia da massagem reduziu a ansiedade, depressão e os níveis do hormônio cortisol de crianças que sobreviveram ao furação Andrew(Flórida Estados Unidados). Além disto, seus desenhos se tornaram menos depressivos.  Fonte:Field, T., Seligman, S., Scafidi, F., & Schanberg, S. (1996). Alleviating posttraumatic stress in children following Hurricane Andrew. Journal of Applied Developmental Psychology.

8)Fumantes: O comportamento do desejo e ansiedade pelo ato de fumar assim como o número de cigarro foram reduzidos por meio da auto-massagem (massageando os lóbulos da orelha ou as mãos todas as vezes que a pessoa sentia vontade defumar).   Fonte:Hernandez-Reif, M., Field, T., & Hart, S. (1999). Smoking cravings are reduced by self-massage. Preventive Medicine.

9)Minimizando o estresse em recém nascidos: Os efeitos estressantes do cuidado intensivo no berçário são pesquisados, incluindo os efeitos do alto nível de ruído, luminosidade, frio, invasão a procedimentos(cuidados) dolorosos. As perturbações do toque foram associadas com a) Menor resposta aos sustos b)Menor necessidade de ventilação e c) Menos vezes as crianças estavam com os pulsos cerrados. Os bebês estimulados, em média, tiveram maior ganho de peso, ficam acordados e ativos por um período mais longo e tiveram melhores resultados na escala Brazelton.  Fonte:Field, T. (1990). Alleviating stress in newborn infants in the intensive care unit. Perinatology.

10)Dores nas costas: A terapia da massagem diminuiu as dores e melhorou a mobilidade dos pacientes.  Fonte:Hernandez-Reif, M., Field, T., Krasnegor, J., Theakston, T. (In Review). Chronic low back pain was reduced and range of motion was improved with massage therapy. International Journal of Neuroscience.

11)Problemas de comportamento em crianças: Crianças na pré-escola com problemas de comportamento que receberam massagem se mostraram mais envolvidas com as atividades escolares, apresentaram menos brincadeiras solitárias e menos agressivas. Fonte: Escalona, A., Field, T., Cullen, C., Hartshorn, K., &Cruz, C. (In Review). Behavior problem preschool children benefit from massage therapy. Early Child Development and Care.

12)Massagem Pais-Bebê: Pais que fizeram massagem durante 1 mês em seus bebês diariamente por 15 minutos antes de colocá-los na cama comparados com outro grupo que não tinha esta prática, mostraram melhor interação no comportamento de suas crianças do que os pais que não mantinham esta prática. Fonte: Cullen, C., Field, T., Escalona, A., & Hartshorn, K. (In Review). Father-infants interactions are enhanced by massage therapy. Early Child Development and Care.

13)Pós-queimadura: Dez sessões de terapia de massagem levam a uma menor ansiedade, irritação, depressão e coceira em pessoa que sofreram queimadura e estão na fase de cicatrização.  Fonte: Field, T., Peck, M., Hernandez-Reif, M., Stern, S., Burman, I., Krugman, S., & Ozment-Schenck, L. (In Review). Massage therapy effects on postburn scar. Journal of Burn Care and Rehabilitation

14)Terapia Sexual para Casais: Casais que massageam um ao outro, certamente têm menos ansiedade e melhoram a intimidade física.   Fonte:Field, T., & Hernandez-Reif, M. (In Preparation). Couples experience better relationships when they massage each other

Aqueles que tiverem maiores interesses pelas pesquisas mencionadas podem visitar os seguintes links:

http://www.miami.edu

http://www.amtamassage.org

Author Info

AdminPontozen

No Comments

Escreva seu comentário