Terapias de contato como a massagem ajudam crianças sem lar

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Jim Clear com 2 garotos da creche Jardin de Los Ninhos, logo após sessão de massagem

As crianças da creche Jardim de Los Ninos, em Las Cruces, New Mexico – Estados Unidos –  não tem um lar ao qual elas possam retornar ao final de cada dia para receber o carinho dos pais. Mas durante 6 meses eles passaram por uma experiência que nunca tiveram antes: receberam terapia de contato.

Muitas destas crianças pertencem a famílias que não possuem a menor estabilidade, além de serem testemunhas de violência no lar, isto quando elas mesmas não são as vítimas.

A irmã Anna Waldschmidt, diretora da creche, disse – ” A terapia de contato pode contribuir muito para estas crianças. As famílias de crianças sem lar são muito isoladas por natureza. Estas crianças não têm tios ou tias – pessoas nas quais eles possam sentar no colo enquanto recebem o afago das mãos. Existem muito poucas pessoas que podem lhes dar este tipo de atenção e carinho; particularmente o mesmo tipo de atenção que os pais dão aos filhos de maneira costumeira.”

A inspiração para o programa veio da Natural Therapies de Las Cruces, a qual se especializou em terapias de contato para bebês, crianças, idosos e grupos com necessidades especiais.
“Nós queríamos testar a eficácia e os benefícios das terapias de contato” -diz Jim Clear, presidente da Natural Therapies, que juntamente com sua esposa e mais um terapeuta voluntário, deram início aos trabalhos.

O programa consistiu de aproximadamente 15 minutos de massagem e terapia craniosacral para 20~60 crianças de uma a duas vezes por semana.
As crianças eram massageadas ou recebiam o trabalho craniosacral, dependendo de sua necessidade.

O Sr. Clear explicou que os terapeutas usaram técnicas apropriadas dependendo da idade e condições, incluindo massagem sueca, craniosacral além de massagem pediátrica completa.
A terapia de massagem também foi oferecida aos pais e funcionários.

O trabalho de massagem foi realizado tanto em salas calmas como em salas de aula, com os funcionários da creche presentes e ocasionalmente a presença dos pais.
Normalmente cada criança era trabalhada com apenas um terapeuta, mas houve casos, dependendo da situação particular de depressão ou estresse da criança em que 2 e até os 3 terapeutas trabalharam a mesma criança – disse o Sr. Clear.

Embora a creche atendesse uma população provisória, a irmã Waldschmidt disse que entre as crianças que participaram completamente do estudo, os funcionários observaram um grande número de alterações por longos períodos, entre elas estão: comportamento mais calmo, maior facilidade de expressar suas necessidades e períodos de sono mais tranqüilos. Aliado a isto, no formulário de avaliação preenchido pelos funcionários da creche ao final do programa, foi notado que as crianças ficavam menos agressivas, pareciam mais felizes e menos ansiosas depois de receberem as sessões de massagem.

“Nós vimos resultamos imediatos em um número de crianças que eram agitadas e a terapia de contato teve uma influência no processo de calma destas crianças” disse a irmã Waldschmidt – que inclusive disse que está procurando patrocinadores para dar continuidade ao programa.

Funcionários da creche também reportaram boas experiências em receber e aprender um pouco sobre a massagem. A avaliação de um dos funcionários foi de que o programa ajudo-a a relaxar e “aprender mais sobre como interagir como o “eu” das crianças através da massagem”.

Fonte: Massage Magazine, edição 85 Ano2000, pg35

Author Info

No Comments

Comments are closed.